segunda-feira, 21 de agosto de 2017

SE A MONTANHA (Clero) NÃO VAI A MAOMÉ, VAI MAOMÉ (Lobato                                           Faria) À MONTANHA
                                                              Ou
                             MAIS TRABALHO E MENOS CONVERSA

Perante a apatia verificada no que respeita ao nosso Património Religioso, por parte das Entidades responsáveis, o casal Lobato Faria fez uso das novas tecnologias e criou o espaço:


No qual apela à colaboração de todos para que se promova a limpeza e o possível restauro dos referidos monumentos.

E no qual faz o seguinte apelo:
«Juntem-se a nós ou façam um grupo na vossa terra.
Publiquem aqui os Eventos para os voluntários.
Este grupo não é religioso nem politico.»

Na passada quinta-feira foi dado o “pontapé de saída” na Ermida da Senhora das Neves em Capelins e do facto aqui lhe deixamos testemunho:




Já  ontem os trabalhos tiveram lugar na Ermida da Consolação do Alandroal.
E embora as condições climatéricas fossem adversas (temperaturas superiores a 40 graus), foram muitos o que aderiram à iniciativa.
Os trabalhos vão prosseguir no próximo fim-de-semana.
Veja:
                                                        ANTES


                                  DURANTE


                                    DEPOIS






Veja:
https://www.facebook.com/search/top/?q=trip%20alentejo


POETAS DA MINHA TERRA - Jerónimo Major



sexta-feira, 18 de agosto de 2017

SUGESTÕES




QUESTÕES LABORAIS…

     Alandroal: Assinado acordo coletivo empregador público
O Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local e Regional (STAL) assinou ontem, dia 16, com a Câmara Municipal de Alandroal, um Acordo Coletivo Empregador Público (ACEP) . O acordo assinado garante aos trabalhadores o direito aos 25 dias úteis de férias e a consolidação das tolerâncias de ponto no dia de aniversário do trabalhador e no dia de carnaval.

DESPORTO

E O ALANDROAL?

TRISTEZA!

               Descobri esta foto no face do Fernando Pereirinha… Como ele diz:
                                                       «TUDO NASCE – TUDO MORRE»


quinta-feira, 17 de agosto de 2017

DA HISTÓRIA DE TERENA – FORAIS AFONSINOS

"Quando se encontra sem se procurar é porque já procurou muito antes de se encontrar."

Já tinha dezoito anos quando fui para o colégio Diogo Lopes Sequeira estudar.
O presidente da Junta de então, amante da história de Terena, hoje tão esquecida e maltratada pelo Poder Local, disse-me; (parece que o estou a ouvir neste momento)
- Tenho na Junta um documento que tu gostarias de ler, trago-o de lá uma tarde, tu copias e no outro dia de manhã vou lá pô-lo.
Assim sucedeu.
Tinha aquela idade e já entendia os perigos que daí podiam advir.
Um dia uma senhora que diziam que era americana, e que aqui viveu algum tempo, para estudo da história e dos costumes da Vila, e, estando eu cá de férias, pediu-me se sabia algo acerca da História da Vila de Terena.
Passei a Carta de Foral à máquina de escrever, no Ministério da Marinha, curiosamente em papel amarelo e enviei à senhora.
Penso que a terei utilizado, posteriormente, como consulta, o certo é que me esqueci onde a tinha arquivado.
Procurando outro documento encontrei-a e não pode deixar de a enviar para o blog, isto porquê?
Nalguns mandados camarários e este que decorre não foge à regra, fala-se ou melhor só se fala nos Forais Manuelinos e não nos Afonsinos.
Não consigo entender porquê, se estes são mais antigos e por ventura serão os originais.
Para os leitores que certamente como eu se interrogam aqui fica a Carta de Foral de Terena.
Obrigado por ter lido.
Hélder Salgado

Terena, 06-08-2017

DE APLAUDIR

Tutelado pelo Município de Montemor-o-Novo, MorBase é, não só, uma plataforma para o montemorense, mas também, uma ferramenta para o investigador e para o interessado no património móvel e imóvel, material e imaterial oriundo do concelho de Montemor-o-Novo.  
                     OFÍCIOS – PRODUÇÃO MORBASE
A mini série "Ofícios", composta por oito capítulos, é um retrato do saber fazer de algumas profissões tradicionais do concelho de Montemor-o-Novo.
(Al Tejo irá apresentar os vídeos, relativos a diversos ofícios à razão de 2 por semana)

FERREIRO

COSTUREIRA

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

REVISÃO DA MATÉRIA DADA


Desta vez foi o Diário de Notícias em artigo publicado ontem que relembra a                                                    história já conhecida de todos.

Uma presidente da câmara e dois ex-presidentes vão bater-se pela vitória no dia 1 de outubro. A candidata da CDU, Mariana Chilra, alega que pôs as contas em ordem na autarquia, que o PS tinha deixado em maus lençóis. O candidato socialista acusa-a de ter pouco trabalho para mostrar.
Leia clicando AQUI

É A VIDA...!!!!

 Durante esta semana os amantes da caça vão preparar o “material” para no Domingo darem início à “função”:

Até agora o alvo principal eram as:


Mas este ano há que acrescentar também a                                       Caça aos:
      Lá mais para Outubro Já vão poder caçar:


Mas nem todos vão caçar um:



DIREITO À OPINIÃO - Manuel Grilo

Caros e caras Alandroalenses,
Nasci e vivo no Concelho de Alandroal, e sempre fui PS , nunca fui militante nem a minha vida profissional me permite clubismos e associativismos, mas sempre votei PS e tenho o partido do grande Mário Soares como referencia, embora a minha opinião sobre o PS Alandroal seja diferente, pela má gestão que a concelhia lhe tem dado como se vê pelo estado em que o PS Alandroal se encontra, dividido e desacreditado.
Acontece aqui de tudo, desde militantes que concorrem contra o partido e por isso são expulsos como acontece em todo o lado, e que voltam para Sr. candidatos, coisa que só acontece no Alandroal que teima em ser diferente.
Tenho guardado religiosamente o comunicado do PS Alandroal onde refere que a escolha neste candidato, tem entre muitas coisas a ver por o Professor João Grilo ser um homem de consensos, um unificador, comunicado que foi colocado no Al TEJO, basta procurarem.
Tenho que dar razão na parte que toca a unificar, de facto é só alianças, só uniões, coisa de um unificador por excelência, como comprova a notícia de um jornal de há quase 8 anos, está o ex-autarca sempre disponível para uniões conforme o interesse do momento como podem ver abaixo*.

Aqui fica a minha simples e singela opinião para que cada um a julgue de sua justiça.
Manuel Grilo
Recebido via e-mail e confirmada identidade

* - Parte não publicada por envolver nomes sem ter sido solicitada a devida autorização.